epa09056557 Arsenal manager Mikel Arteta holds a ball during the English Premier League soccer match between Burnley FC and Arsenal FC in Burnley, Britain, 06 March 2021. EPA-EFE/Clive Brunskill / POOL EDITORIAL USE ONLY. No use with unauthorized audio, video, data, fixture lists, club/league logos or 'live' services. Online in-match use limited to 120 images, no video emulation. No use in betting, games or single club/league/player publications.

A temporada 2022/23 da Premier League inglesa está se desenvolvendo de maneira muito interessante – na época do intervalo associado à Copa do Mundo no Catar, o Arsenal de Londres liderava, que nos últimos anos não conseguia nem terminar entre os quatro primeiros. O favorito na Premier League ainda é o atual campeão Manchester City, mas será que os Gunners conseguirão ao menos competir com o time de Pep Guardiola?

Após 14 partidas disputadas por Arsenal e Manchester City nesta temporada, os Gunners estão à frente dos Citizens por 5 pontos. Mesmo assim, as casas de apostas estão confiantes no campeonato do City – as chances são de 1,44 para o time de Guardiola conquistar o título, enquanto para o Arsenal – 3,24. A casa de apostas Vbet, uma das melhores casas de apostas de Portugal e do Brasil, vai te ajudar a encontrar as melhores opções de apostas.

Sucesso interino do Arsenal: força, progressão da juventude e clima amigável no vestiário

O início bem-sucedido do Arsenal foi uma surpresa – o time não tem estado estável nos últimos anos e não conseguiu terminar entre os 4 primeiros da Premier League. Mas muita coisa mudou no verão – os Gunners conseguiram contratar dois ex-atletas do técnico do time, Mikel Arteta, no Man City – Oleksandr Zinchenko e Gabriel Jesus. Além disso, um progresso significativo está sendo demonstrado por jovens jogadores que já estavam no time – Ben White, Emile Smith-Rowe, Gabriel Martinelli e Aaron Ramsdale. A pérola do time do Arsenal foi o ala Bukayo Saka.

Outro fator significativo que influenciou positivamente os resultados do Arsenal foi o clima incrível no vestiário do time. Mikel Arteta conseguiu se livrar das estrelas caprichosas – Mesut Ozil e Pierre-Emerick Aubameyang, e os recém-chegados Zinchenko e Jesus rapidamente se juntaram à equipe, trazendo com eles um pouco de diversão e facilidade do vestiário do campeão nacional. Nesse ambiente, até o ex-capitão Granit Xhaka, que estava em conflito com a torcida, se sentiu à vontade e finalmente se tornou um verdadeiro líder de equipe.

Lesão de Jesus e calendário difícil são os dois principais problemas do Arsenal

O Arsenal entrou em hiato pelo líder da Copa do Mundo de 2022, mas vários fatores indicam que o City retornará ao topo da tabela muito em breve. O primeiro fator é a classe dos próprios “cidadãos”, que são superiores ao Arsenal pela força da composição, experiência e têm o fator X diante de um descansado e pronto para marcar Erling Haaland.

Ao mesmo tempo, o líder do ataque do Arsenal, Gabriel Jesus, se machucou na Copa do Mundo em jogo com Camarões e não jogará no inverno. Os Gunners terão a oportunidade de encontrar um substituto durante a janela de transferências de inverno, mas Arteta provavelmente preferirá se contentar com reservas internas, como fez um ano atrás, após a saída de Aubameyang. Há Eddie Nketia, que joga no flanco de Martinelli, mais – Balogun pode ser devolvido do empréstimo ao Reims.

A ausência de Jesus se sobrepõe a outro problema do Arsenal – um segmento difícil do calendário em dezembro-janeiro, quando você tem que jogar com West Ham, Brighton, Newcastle, Tottenham e Manchester United na tradicionalmente densa tabela de “Natal”. Mas o Arsenal tem boas chances de pelo menos voltar à Liga dos Campeões, o que já será uma prova clara da evolução do time sob o comando de Michele Arteta.

By admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *